Beleza

Pó Magnético: conheça o segredo de R$20,51 por trás do sorriso branco das dentistas que têm medo de sensibilidade

Você gostaria de ter um sorriso branquinho como neve sem ter que gastar um braço e uma perna indo dentista e sem ser torturada pela dor da sensibilidade?

Sim?

Pois então saiba que eu fiz esse artigo pensando em você! 🙂

Olha, na última semana eu recebi diversos emails elogiando o meu novo sorriso branquinho. Muitas de vocês perguntaram onde eu fiz meu “clareamento”, e quanto eu paguei.

Porém, quando eu respondi que NUNCA na minha vida eu fiz clareamento dental… as pessoas ficaram absolutamente loucas!

E algumas até juram de pé junto que eu estou mentindo…

E sinceramente, eu entendo. A mudança no meu sorriso foi da água para o vinho. Só para você ter uma ideia, veja essa foto minha, que tirei no começo do tratamento:

Dois dias após começar com o “pó magnético”

Agora, veja uma outra foto que fiz no mesmo lugar, porém depois de 10 dia:

Meus dentes após 10 dias com o “pó magnético”

Como você pode ver, na segunda foto eu estou com os dentes muito, mas muuito mais brancos e brilhantes! E melhor: por dentro a minha autoestima também ficou bastante brilhante!

Agora, antes de explicar o que eu fiz, eu preciso deixar algo bem claro: não, eu não fiz clareamento químico. Juro de pé junto!

Também não fiz nenhuma loucura caseira para clarear os dentes e prejudicar a saúde do meu sorriso.

Na verdade, tudo começou no mês passado, quando eu decidi fazer um clareamento dental químico no dentista.

Eu comecei a notar que meus dentes já não estavam tão bonitos como eles eram, e que o efeito do meu cafezinho pelas manhãs estava deixando eles um pouco… “estranhos”, para não dizer o pior.

Por isso, marquei uma consulta com minha dentista e cheguei até mesmo a fazer a primeira das dez sessões do clareamento químico.

Porém, olha…

Eu sofri tanto, mas TANTO, que resolvi parar o tratamento e viver com os dentes amarelados mesmo!

Isso porque além de ter que parar com o cafezinho que eu tomo, com o vinho que eu adoro, e um monte de outras coisas que eu amo…

…a sensibilidade ficou tão grande, mas tão grande, que só de encostar meus dentes em algo frio ou quente demais, eu já queria morrer! Parecia que tinha uma agulha apertando a minha gengiva. Era terrível!

Dois dias depois da sessão eu liguei para minha dentista e disse que assim não dá, que estava doloroso demais, e que eu teria que parar o tratamento.

E para minha surpresa, ela me disse que entendia exatamente como eu me sentia!

Mas não só isso: ela me disse que ela mesma morre de medo da sensibilidade nos dentes… e que ela mesma também não aguentou a dor do clareamento dental químico.

Achei a situação engraçada… uma dentista com medo de clareamento. Mas apesar disso, mesmo sem clareamento, ela ainda tinha um sorriso branco, brilhante, pareciam pérolas saindo daquela boca.

E aí, bom, eu fui obrigada a perguntar: “ué… mas se você não fez clareamento, como você tem os dentes tão branquinhos assim?”

E bom, o que ela me respondeu, foi justamente o motivo de hoje eu ter o meu sorriso tão branquinho assim!

Ela me disse: “Estela, existem outros jeitos de clarear os dentes sem precisar apanhar da sensibilidade. Eu uso o pó magnético”.

Não sei você, mas eu nunca tinha ouvido falar desse “pó magnético”. Porém, bom, como foi minha dentista que me indicou, eu resolvi testar.

Comecei o tratamento na minha própria casa, e a cada dia que passava, eu via a mudança no espelho. Esse tal de “pó magnético” estava funcionando!

Cada dia, eu acordava e via meus dentes mais branquinhos. Até que, depois de 14 dias, eu finalizei o tratamento.

Depois desse tempo, eu posso dizer que sim: essa dica da minha dentista funciona. Funciona muito bem! E melhor: sem nada da maldita sensibilidade.

Bom, como vocês sabem que eu adoro compartilhar o que funciona comigo, eu resolvi fazer um post aqui no blog mostrando como você também pode fazer o mesmo…

…para que aí você conquiste aqueles dentes brancos como pérolas e aquele sorriso lindo e brilhante, que afinal, todo mundo quer, não é mesmo?

Bom, vamos lá.

O que é esse “pó magnético”?

Bom, antes de explicar o que é esse “pó magnético”, você precisa entender como seus dentes ficam amarelos em primeiro lugar (e não, não é a falta de escovação!)

Eu não sei se você se lembra, mas quando seus dente nasceram, eles eram bem branquinhos, não é mesmo?

Porém, como você já percebeu, eles vão ficando mais e mais amarelados conforme o tempo passa. Isso acontece porque a cada alimento que você come, você vai depositando pequenos “pigmentos” que pouco a pouco mancham o seu dente.

Então, cada copo daquele cafezinho, cada gole daquele vinho, cada garfada daquelas comidas mais “coloridas”… tudo isso está contribuindo para manchar o seu dente!

E isso acontece independente se você está escovando os dentes todos os dias ou não.

Sabe, escovar os dentes serve apenas para combater bactérias que causam cáries… porém elas não fazem nada em relação aos pigmentos que se grudam no seu sorriso.

A prova disso é que você provavelmente conhece alguém que sempre escovou os dentes, mas ainda tem dente amarelado, não é mesmo?

Bom, depois de alguns anos, esse acúmulo de pigmentos é tão grande que o branco do seu dente fica praticamente escondido embaixo desses pigmentos…

E aí, como esses pigmentos tem cor amarelada, o seu sorriso também fica amarelo… e sua autoestima despenca.

Então, para voltar a ter dentes branquinhos, iguais aos que você tinha há muito tempo atrás, bastaria você remover esses pigmentos amarelados, não é mesmo?

Se você fizer isso, você vai conseguir recuperar o sorriso brilhante que você tinha quando era bebê!

Bom, existem dois métodos para fazer isso. O primeiro você já conhece: o clareamento dental convencional no dentista.

Esse clareamento é mais caro, e usa um agente químico chamado de “peróxido de carbamida”, que consegue quebrar as moléculas desses pigmentos grudados no seu dente, e aí, revelando o branco que está escondido.

Mas tem um porém: por causa desse agente químico, esse clareamento convencional causa uma sensibilidade horrível!

Imagine só, sempre que você encostar seu dente em algo frio ou quente demais, sentir uma agulha sendo enfiada na sua gengiva. Pois bem, é isso que acontece!

Além de, é claro, o preço dele ser bastante salgado. Alguns clareamentos chegam a custar até mesmo R$ 250,00 por sessão, sendo que você deve fazer, no mínimo, 10 sessões para ver o resultado.

Agora, uma outra forma de se livrar desses malditos pigmentos é simplesmente escovar seus dentes com algo que eu chamo de “pó magnético”.

O que é o pó magnético? Simples: ele é apenas uma mistura à base de carvão ativado que consegue atrair magneticamente os pigmentos amarelos para fora do seu dente, da mesma forma que um ímã atrai um metal.

Não se engane: apesar de ter “carvão” no nome, o carvão ativado é um tipo especial de carvão, completamente diferente do carvão vegetal, aquele que nós usamos para fazer churrasco.

Ao contrário do carvão ativado, o carvão vegetal é uma substância muito abrasiva. Isso significa que ele é capaz de “lixar” os seus dentes e estragar a saúde da sua boca.

Se você escovar seus dentes com carvão vegetal, pouco a pouco você vai lixar e remover a camada mais externa do seu dente, chamada de esmalte.

E aí, você até vai sim ver seus dentes mais brancos… mas isso porque você lixou para fora a parte do seu esmalte que estava amarelada!

E isso, bom, é um GRANDE problema para você, por dois motivos.

Primeiro porque, ao contrário da sua unha, cabelo, e pele, o esmalte do dente NÃO se regenera nunca mais! Se ele for removido da sua boca… já era. Ele NUNCA mais vai voltar!

E segundo, se seu esmalte for ficando mais e mais fino… você acaba expondo a camada mais interior do dente, chamada de dentina (veja a foto abaixo).

A dentina é justamente a parte do dente que é amarelada, cheia de nervos e super sensível.

Se a sua dentina ficar exposta, além da cor natural dela deixar seus dentes amarelos iguais aos de alguém que fumou por 30 anos, os nervos sensíveis dela vão ficar à mostra!

Isso significa que você vai sofrer 24 horas por dia com a sensibilidade nos seus dentes…

…e ainda por cima vai ter que gastar um braço e uma perna em cirurgias caríssimas para se livrar da dor horrível que os dentes sensíveis causam!

Por isso, você não deve em hipótese alguma escovar seus dentes com carvão vegetal.

Por outro lado, o carvão ativado é diferente. Enquanto o carvão vegetal é feito com lenha, o carvão ativado é feito a partir das cascas de coco queimadas a exatos 800 graus celsius.

O resultado dessa queima é um pó extremamente fino, e cheio de poros. Esses poros fazem com que o carvão ativado possua carga iônica negativa, e por causa disso, ele consegue atrair magneticamente as substâncias que têm carga iônica positiva!

Parece difícil de acreditar, eu sei. Mas é verdade. Só para você ver o poder magnético do carvão ativado, veja só o vídeo abaixo, onde o carvão ativado é usado para limpar as impurezas em um copo de água:

Como você pode ver, assim que o carvão ativado entra em contato com a água, ele imediatamente absorve todo o corante azul que estava contaminando ela, praticamente purificando a água inteira!

Isso aconteceu porque o corante é de carga magnética positiva, e foi “atraído” pelo carvão completamente. Depois, para beber a água, basta colocar ela numa peneira, pois todo o corante vai estar grudado no carvão ativado!

E assim como ele consegue absorver as impurezas da água, ele faz exatamente a mesma coisa com as impurezas do seu dente, isso porque 99,9% dos pigmentos amarelos que estão na sua boca também tem carga magnética positiva!

Por causa desse motivo, usar o carvão ativado nos meus dentes se tornou a melhor opção pra mim.

Sabe, ele é mais barato que o clareamento no dentista. Só para você ter uma ideia, eu paguei R$ 20,51 por mês no meu carvão ativado, sendo que no dentista eu estava pagando R$ 150,00 por sessão (e eu teria que fazer 10 sessões, totalizando R$ 1500,00!)

Além disso, como o carvão ativado não machuca a dentina, ele causa zero sensibilidade. Zero! E eu ainda posso continuar tomando o meu cafezinho, meu vinho, e tudo o que eu quiser.

Isso porque assim que os pigmentos começam a voltar, eu vou ali e removo eles com o carvão ativado mais uma vez. Simples, fácil e rápido.

Agora, não vou mentir, existem alguns problemas também. Sabe, o tratamento é de 14 dias, onde você deve escovar sem falta duas vezes ao dia, durante 5 minutos.

Isso pode ser um pouco “chato” para quem não tem paciência… mas para mim, foi tranquilo.

Muito cuidado ao escolher o seu pó magnético

Agora, antes de você sair por aí e comprar qualquer carvão ativado, você precisa saber de algumas coisinhas.

Como eu disse, é extremamente importante que você encontre um carvão de baixa abrasividade, ou seja, que NÃO lixe seus dentes.

Por isso, não vá até a farmácia e peça por “carvão ativado”. Eles provavelmente vão te dar comprimidos, que você vai ter que triturar para fazer o pó, e só aí escovar. Esse carvão ativado é de uso medicinal, e não foi feito para os seus dentes!

Você precisa escolher um que seja específico para clareamento, e que seja aprovado pela ANVISA, pois aí ele é 100% garantido de não estragar a sua saúde.

Eu uso o carvão ativado de baixa abrsasividade chamado de Carboblan. Foi esse que a minha dentista me indicou, e que me deu os resultados que você viu. Eu tenho três potes aqui na minha sala, vou tirar uma foto para você ver qual é:

Meus três potes de Carboblan, um carvão ativado feito exclusivamente para os dentes, 100% seguro e aprovado pela Anvisa

Ele é aprovado pela ANVISA, com número de registro 25351.655084/2018-00. Além disso, ele é feito especificamente para os dentes, e possui índice de abrasividade de apenas 68.

Só para você ter uma noção, as pastas de dente comuns, que você tem na sua casa, tem índice de abrasividade entre 80 e 90. Ou seja, o Carboblan é ainda mais seguro que essas pastas!

O tratamento recomendado é de 14 dias, escovando 2 vezes ao dia, durante 5 minutos. Depois disso, sempre que você notar seus dentes ficando mais amarelados, você deve fazer a manutenção do clareamento, ou seja, escovar um pouco com o carvão para retirar os pigmentos sempre que você achar necessário

Assim que eu comecei o tratamento, eu tirei fotos todos os dias, para saber se ele iria funcionar ou não.

No primeiro dia eu esqueci, porém no segundo dia eu já tirei essa foto aqui:

Como você pode ver, meus dentes estavam muito amarelados! No dia 4, depois de mais ou menos 8 escovações com o Carboblan, e meu sorriso ficou assim:

Percebi que meu sorriso ficou um pouquinho mais branco, e até ganhei confiança de que estava funcionando. Continuei o tratamento, escovando todos os dias, e no dia 10, eu já estava assim:

O resultado foi impressionante, e muito rápido! Depois do dia 10 eu não percebi mais nenhuma diferença, por isso não tirei mais fotos.

Olha, não sei você, mas eu achei maravilhoso! Apenas 10 dias e 20 escovações depois, e o resultado é esse que eu mostrei acima.

Bom gente, essa é a minha dica de hoje. Quem quiser adquirir o Carboblan, saiba que ele é vendido apenas no site oficial da marca. Se você quiser comprar, clique aqui para ir ao site oficial!

Se você for comprar, eu recomendo que você compre o kit de 5 potes, isso porque você vai precisar no futuro para fazer a manutenção. No começo eu comprei o kit de 2 potes, porém depois de 6 meses eles acabaram, e aí tive que comprar mais. Se eu tivesse comprado o de 5 potes, eu teria economizado uma grana boa.

E tem mais… eu acho que essa semana eles estão com uma promoção: se você comprar dois potes, você ganha mais três de graça! E se você comprar um pote, você também ganha mais um de graça. Bem legal, né?

Outra coisa legal dos fabricantes do Carboblan é que eles dão garantia de sorriso branco. Sabe, você pode fazer o tratamento do Carboblan por 14 dias inteiros sem risco algum. Você pode usar e abusar do produto. Isso porque, se em 30 dias você não ficar satisfeita com o produto, você pode pedir o reembolso do valor integral dele.

Ou seja… você pode pedir seus kit, clarear seus dentes nos primeiros 14 dias, e você ainda tem mais 16 dias para decidir se valeu ou não a pena!

Isso que é confiar na qualidade do seu produto, não é mesmo? São poucas empresas que fazem isso.

Bom gente, essa é a minha dica. Se você, assim como eu, quer ter dentes branquinhos mas não quer gastar fortuna no dentista e ser torturada pela sensibilidade, eu recomendo MUITO o “pó magnético”. Ele foi 100% aprovado por mim!

Comente abaixo o que você achou do meu post!

Um beijo,

Estela.

9 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *